O preço da hora e o preço do trabalho

 
Por 05 anos o dever era acordar cedo, mais precisamente as 06 horas da manhã,  passar pelo sufoco da vida moderna e trabalhar, ganhando pouco até as 16 horas, de segunda a sábado. Aos fins de semana,  chorava por não poder sair a convite de seus amigos curtindo dia a pós dia. Considera-se a pressão moral da família e da própria responsabilidade.

A história poderia ser outra.  Abriu um negócio e trabalha de domingo a domingo das 06 as 20 horas enquanto perde o fim de semana com os amigos.

Considera-se hora, o tempo.

O preço do trabalho é diferente do preço da hora trabalhada. Essa hora é o tempo do  profissional, o tempo consumido na vida. O tempo sem amigos e sem família, o tempo que dedicou ao sonho e aos objetivos.

O preço do trabalho, quem determina é o mercado, o preço do profissional, é determinado pelo seu auto julgamento, seu auto valor.


O tempo não para, porque nunca se inicia.


O preço da hora e o preço do trabalho
O tempo não para, porque nunca se inicia.
Imagem Pixaby

Terras de Negócio em frente

 
Nas terras de negócios, nada e original porque nada se cria tudo se modifica. Bom, há sempre  possibilidades criadas a partir de uma ideia. Vejam só o exemplo:

O surgimento do Google garantiu uma infinidade de outras empresas de tecnologia e negócio, movimentando o mercado global numa nova dinâmica. 

Quando os Portugueses e espanhóis saíram nas suas caravelas, não imaginaram o quanto o mundo iria se modificar a partir dali.

Olha que os fatos inesperados andam sempre em sincronia com a Lógica. As guerras e a prosperidade. O que seria do mundo hoje se Hitler não tivesse existido. Não haveríamos motivo para o que temos hoje em tecnologia. 

Nas terras de negócios, só precisa ter homens  com necessidades e vontades. O resto flui naturalmente. E toda vez que algo novo é feito, abre as portas para inúmeras outras possibilidades. 

É o tipo questionário da física. Para cada resposta surge 10 mil perguntas. Muitas respostas, basta olhar para os lados ou para frente. 

Horizonte
Terras de Negócio



Ler é bom, escrever é melhor

 
Ler é bom, escrever é melhor. É comum, ao menos em Minas, que se diz um velho ditado que ninguém realmente sabe de onde é, mas que todos dizem, com o fato de ser verdade dogmática.  Devemos ouvir mais e falar menos. 
Na contrapartida, em tempos de prosperidade tecnológica e de comunicação esse modelo de chamada é útil mais que grandes reportagens porque as remete  inúmeras possibilidades.

Agora é certo para uma inversão parcela, do ditado anterior. Ler é bom, e escrever é melhor, pois, é necessário contribuir com seu conhecimento para que ele faça o bem do qual eu sentido para você. Em síntese, leia muito, escreva muito mais.

Ler é bom, escrever é melhor

Onde você vai ficar na hora do trâmite?

 
Onde você vai ficar na hora do trâmite vai determinar o resultado que vai obter após a tramitação.  É importante que antes de receber uma outra pessoa, seja lá qual forma o tipo de conversação, certificar  que houve anteriormente um planejamento. Se o sol está a brilhar na janela  e se esta é de vidro ou se é noite e  as luzes contemplaram a Lua cheia.

Bom, de qualquer forma, tenha bem antes da chamada, um bom receituário e palavras chaves e possíveis indagações do adverso Se coloca no lugar dele e passe a se odiar. 

Ao final, esteja sempre  a favor da Luz, deixando-o sempre contra a Luz.  É bem certo que dali sai bons negócios.

Marx Rodrigues,Negociação, Arbitragem
As pessoas aceitam condições quando querem se livrar logo de algo.
Imagem do querido Pixaby

Conquistamos pessoas, mas não as capturamos.

 
Novas histórias por novos meios. É assim que é possível alcançar as pessoas interessadas nos mais diversos assuntos. Na verdade, o que consiste na conquista de cliente é diferente que consiste em captura de cliente. Torcemos por estes valores de relação em que o cliente é conquistado e tio como parceiro e não capturado como "coisa".

Conquistamos pessoas, mas não as capturamos.

Saiba que existe uma enorme diferença entre conquistar e capturar. Talvez uma breve olhada no Dicionário o ajude, ou quem sabe, se mais prático, uma breve pesquisa no Google. 

Novo ícone favicom da Agência Sisbran

 
Novo ícone favicom da Agência Sisbran
Novo ícone favicom da Agencia Sisbran  que esta se reorganizando com nova equipe é interativo e facilmente identificável.

Acontece de o inevitável florescer, mas erguer-se e sobrepor é fundamental, aliás, uma obrigação do homem médio racional. É oque pressupõe, e então o que se espera.