Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Abriu um negócio

O preço da hora e o preço do trabalho

Por 05 anos o dever era acordar cedo, mais precisamente as 06 horas da manhã,  passar pelo sufoco da vida moderna e trabalhar, ganhando pouco até as 16 horas, de segunda a sábado. Aos fins de semana,  chorava por não poder sair a convite de seus amigos curtindo dia a pós dia. Considera-se a pressão moral da família e da própria responsabilidade.

A história poderia ser outra.  Abriu um negócio e trabalha de domingo a domingo das 06 as 20 horas enquanto perde o fim de semana com os amigos.

Considera-se hora, o tempo.

O preço do trabalho é diferente do preço da hora trabalhada. Essa hora é o tempo do  profissional, o tempo consumido na vida. O tempo sem amigos e sem família, o tempo que dedicou ao sonho e aos objetivos.

O preço do trabalho, quem determina é o mercado, o preço do profissional, é determinado pelo seu auto julgamento, seu auto valor.


O tempo não para, porque nunca se inicia.